Caxias do Sul 19/06/2024

De olho no filão sobre trilhos, MARCOPOLO apresenta VLT híbrido

Já há cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo e Sorocaba, estudando a implantação de novos ramais ferroviários
Produzido por Silvana Toazza, 20/05/2024 às 10:17:28
De olho no filão sobre trilhos, MARCOPOLO apresenta VLT híbrido
Produto une a eficiência dos motores a diesel e elétrico
Foto: Marcopolo, divulgação

Investir em modais ferroviários torna-se fundamental no país. É o que pensa a Marcopolo, a maior fabricante brasileira de carrocerias de ônibus, que apresenta uma solução sustentável para o transporte urbano e intercidades. O novo produto, em desenvolvimento, foi revelado pela Marcopolo Rail, unidade de negócios da Marcopolo S.A. especializada no desenvolvimento e produção de trens, durante seminário na última semana em São Paulo.

A novidade responde pelo nome de Prosper VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) Hybrid, unindo a eficiência dos motores a diesel e elétrico para oferecer melhor desempenho na operação, com preservação ambiental e sustentabilidade. A Marcopolo Rail tem capacidade para desenvolver e produzir localmente modais ferroviários adequados à potencial demanda do mercado brasileiro e latino-americano. Já há cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo e Sorocaba, estudando a implantação de novos ramais ferroviários, bem como a revitalização de ramais existentes.

Como funciona

O Prosper Hybrid possui powertrain híbrido, com motor elétrico de tração (gerador), baterias de íons de Lítio, conversão de tração e motor diesel, com pós-tratamento dos gases de exaustão. Pode operar de forma bidirecional, com embarque em plataforma de 1,1m de altura e pode ser produzido nas bitolas métrica, standard e larga, de acordo com a demanda do cliente operador.

O equipamento pode ser operado de três formas: utilizando apenas o motor elétrico, usando apenas o motor a diesel e com a combinação dos dois sistemas. O veículo conta com um gerador de partida que pode ser usado como gerador ou motor elétrico, e um conversor de frequência que regula o fluxo de energia da bateria para o motor/gerador e vice-versa, permitindo que o modo de operação seja adaptado ao perfil da via a qualquer momento. Durante a frenagem, a energia cinética é convertida em energia elétrica e armazenada na bateria. Essa energia armazenada será reutilizada para partida e movimentação no modo 100% elétrico.