Caxias do Sul 18/05/2021

Caxias do Sul gera empregos pelo quarto mês seguido

Em outubro, a cidade criou 1.020 novas vagas. Porém, foram 7,5 mil postos de trabalho extintos nos últimos 12 meses
Produzido por Silvana Toazza, 01/12/2020 às 14:54:11
Caxias do Sul gera empregos pelo quarto mês seguido
Indústria puxou desempenho no último mês
Foto: Jefferson Bernardes

As novas normas de contenção à Covid-19, anunciadas pelo governador Eduardo Leite, representaram um turbilhão de preocupação a empresários e profissionais num momento em que a economia ensaia uma retomada sustentável.

Um dos dados que atestam esse cenário de recuperação vem da geração de empregos. Em outubro, Caxias do Sul registrou um saldo de 1.020 novos postos formais (soma entre admissões e demissões). Trata-se do quarto mês seguido de criação de empregos. Com isso, a cidade alcançou um contingente de 145,9 mil empregos formais, um número abaixo ainda da média da última década.

As informações foram divulgadas pelo Observatório do Trabalho da UCS com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

Os setores que mais puxaram o desempenho no último mês foram a indústria e o comércio, com a criação de 639 e 266 empregos, respectivamente. No entanto, sinal bom é que nenhum setor registrou saldo negativo em outubro.

Ao abrir o zoom para uma amostragem mais ampla, os dados ainda estão bastante tingidos de vermelho. No acumulado do ano (leia-se de janeiro a outubro), Caxias do Sul amarga 4,7 mil empregos formais fechados, com destaque negativo dos setores de Serviços e Indústria, que tiveram 2,1 mil e 1,4 mil oportunidades encerradas, respectivamente.

Nos últimos 12 meses, Caxias do Sul foi penalizada com a extinção de 7,5 mil empregos, também motivada pela Indústria e pelos Serviços, frente a mil postos gerados no ano passado.

A acompanhar de que forma as medidas de freio ao avanço da Covid-19 impactarão no último mês do ano.