Caxias do Sul 23/10/2021

A Folia de Momo caxiense retratada nas telas

Documentário que aborda o Carnaval de Caxias do Sul será lançado domingo, 26 de setembro
Produzido por redação, 23/09/2021 às 13:46:23
A Folia de Momo caxiense retratada nas telas
Trajetória e história do percussionista carnavalesco caxiense Mestre Batata são enfocadas no resgate audiovisual
Foto: Antonio Valiente

O documentário “De que lado que tu samba? O Rufar do Mestre Batata” será lançado online no domingo, dia 26 de setembro, às 18h.

O filme celebra as escolas de samba e o movimento carnavalesco de Caxias do Sul, tendo como fio condutor e personagem principal o mestre de bateria Ivan Diego Feijó da Silva, mais conhecido como Mestre Batata, da Acadêmicos Pérola Negra.

Com 50 minutos de duração, o filme conta com depoimentos dos historiadores Fabricio Romani Gomes e Lucas Caregnato, ambos com trabalhos na área da cultura, do samba e do movimento negro, além de representantes do Carnaval caxiense como Bira Ferreira, Salesio Macedo (Tio Cafú) e Julio César Gilbert (Cesinha), entre outros.

“A escolha do Mestre Batata não se deu à toa. Entendemos que ele é a mais bem-sucedida expressão dos percussionistas com relação a baterias das escolas de samba”, explica o diretor e proponente do projeto, Ernani Viana.

Pela primeira vez roteirizando e dirigindo um set de filmagens, Viana vivenciou todos os desafios da pré e da pós-produção como um aprendizado: “O que mais me tocou nesse processo foi oportunizar falas de grandes agentes da cultura caxiense que, por meio do documentário, podem aumentar as chances de reconhecimento da importância de se ter uma escola de samba numa comunidade, além de poder aprender e vivenciar o processo de produção fílmica em sua totalidade”. Depois da estreia, o filme será disponibilizado para o circuito de festivais da área audiovisual.

Como parte da trilha sonora original, foi gravado o samba-enredo “Mestre Batata pergunta de que lado que tu samba”, com sequência rítmica elaborada pelo Mestre Batata, produção musical do músico Roberto Scopel, do projeto Beto e Suas Máquinas, letra de Sandro da Cruz e Guy Ribeiro e voz de Sandro da Cruz e Vagner Macedo. Ainda, a canção será tema de um clipe musical que encerra o filme.

No domingo, 26 de setembro, haverá uma breve apresentação, a transmissão do filme e, em seguida, uma discussão sobre o processo de realização. Quem quiser acompanhar deve se inscrever pela plataforma Sympla (http://tiny.cc/7oajuz) e receberá link de acesso ao evento.

O projeto “De que lado que tu samba? O rufar do Mestre Batata” foi contemplado em março de 2021 pelo Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em parceria com a Fundação Marcopolo, com recursos oriundos da Lei nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc, na área Memória e Patrimônio.

Conheça o Mestre Batata

Mestre Batata nasceu em 1983 na periferia de Caxias do Sul, no bairro Pioneiro. Aos três anos de idade, sua mãe já o levava, junto com seu irmão, para os ensaios da escola Incríveis do Ritmo. Entre 1995 e 2004 insere-se como ritmista nas escolas XV de Novembro, Unidos do É O Tchan, São Vicente, Reino do Sol e Lua, Império da Zona Norte, Unidos do Pôr do Sol, Fidalgos e Aristocratas e Samba Puro, sendo estes dois últimos em Porto Alegre.

Ivan Diego Feijó da Silva, o "Mestre Batata" e suas baquetas (Foto: Antonio Valiente)

Em 2007, esteve à frente da bateria da Incríveis do Ritmo e, entre 2008 e 2009, na Protegidos da Princesa, onde conquistou seu primeiro título no Grupo Especial. No decorrer da carreira, recebeu diversos prêmios como melhor Mestre de Bateria, como o Estandarte de Ouro e o Mérito do Samba, reconhecimento ofertado pela ASSENCAR (Associação Carnavalesca de Caxias do Sul). Desde 2017 atua na escola Acadêmicos Pérola Negra, além de participar do grupo Samba Show, voltado para eventos particulares.