Caxias do Sul 14/06/2021

Um passeio folheado por esquinas pavimentadas de História

“O Outro Lado da Júlio”, obra de Roberto Filippini, resgata a memória da avenida mais importante de Caxias do Sul
Produzido por Marcos Fernando Kirst, 12/12/2020 às 09:01:26
Um passeio folheado por esquinas pavimentadas de História
Foto: DIVULGAÇÃO

Por MARCOS FERNANDO KIRST

A sessão de autógrafos da obra estava marcada para a tarde deste sábado, 12 de dezembro, na Praça Dante Alighieri, dentro da programação da 36ª Feira do Livro de Caxias do Sul. No entanto, as medidas de distanciamento social decorrentes da pandemia obrigaram a organização da Feira a cancelar os eventos presenciais.

Mas, mesmo assim, ainda é tempo de circular pelas barracas das livrarias instaladas na praça e, na da Livraria Do Arco da Velha, adquirir um exemplar do elegante, profundo e surpreendente resgate histórico que o arquiteto e urbanista caxiense Roberto Filippini escreveu a respeito da principal via pública de Caxias do Sul, intitulado “O OUTRO LADO DA JÚLIO: HISTÓRIAS E MEMÓRIAS DE UMA AVENIDA” (Lorigraf, 244 páginas, R$ 30,00).

A obra, com capa dura, papel couchê e apresentada em formato de “avenida” (livro de base mais larga que a altura, diferente do padrão tradicional vertical), é fruto de anos de trabalho de pesquisa de Filippini e de uma obsessão positiva em resgatar os aspectos patrimoniais culturais da artéria em torno da qual o povoado, a colônia, a vila e a cidade de Caxias do Sul foi sendo construída.

O material é fartamente enriquecido com fatos, fotos, documentos, mapas, cronologias, sagas de personagens reais, que ajudam o leitor a saborear a trajetória do tradicional cenário urbano aqui transformado em protagonista da História.

Livro, quando aberto, evoca o formato de uma larga avenida (Foto: Divulgação)

Em sua página no facebook, o autor vem postando regularmente, nos últimos dias, comentários que enriquecem o conhecimento e a compreensão de sua obra e do seu processo de trabalho nela. Vale a pena conferir AQUI

Sem perceber, o leitor, de repente, se vê passeando pela instigante memória da Avenida Júlio de Castilhos ao folhear das páginas do livro. Um verdadeiro convite ao flanar literário, cultural, informativo e histórico, proporcionado pelo esforço e pelo talento de Filippini. Tudo isso por apenas R$ 30,00. Aproveite, pois a Feira se encerra neste domingo, dia 13 de dezembro.