Caxias do Sul 05/12/2021

Obras do escultor serrano Bez Batti evocam a arte de mestre espanhol

Mostra "BEZ BATTI Dialogando com Picasso" pode ser visitada em Caxias do Sul
Produzido por redação, 22/10/2021 às 10:59:24
Obras do escultor serrano Bez Batti evocam a arte de mestre espanhol
Nova série de obras do escultor Bez Batti em exposição na Galeria Municipal de Arte
Foto: Valdir Ben

A Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, juntamente com a Galeria Arte Quadros, lança a exposição "BEZ BATTI Dialogando com Picasso", do artista João Bez Batti, cuja temática remete às criações do artista inspiradas na obra de Pablo Picasso.

A mostra tem abertura no dia 28 de outubro, às 19h, na Galeria Municipal. Neste mesmo dia acontecerá o lançamento do livro que faz parte do projeto. Reconhecido como o precursor da escultura em pedra basalto do Brasil, Bez Batti é um dos mais importantes artistas brasileiros em atividade nessa área.

(Foto: Valdir Ben)

O período de visitação é de 29 de outubro a 23 de novembro, de segunda a sexta, das 8h às 18h e aos sábados, das 10h às 16h. A ambientação do espaço será realizada pelo Escritório de Arquitetura TFA, do arquiteto Tagir Fattori.

O projeto "Bez Batti Dialogando com Picasso" é um evento de valor artístico cultural que tornará pública a mais nova coleção do escultor Bez Batti, inspirada em Pablo Picasso. Trata-se de um acervo de esculturas em basalto que traduz em pedra a grande admiração do escultor por Picasso, um dos mais renomados artistas do século XX.

(Foto: Valdir Ben)

Já o livro exerce um papel na democratização de acesso à coleção denominada, carinhosamente, por Bez Batti, de “picassianas”. A obra terá a função de propiciar ao público o acesso ao conhecimento sobre a mais nova coleção do escultor e apresenta textos do poeta e ensaísta Armindo Trevisan, que faz uma análise construtiva das relações existentes entre as obras, o artista Picasso e o escultor Bez Batti. Também traz um texto reflexivo de Jorge Adelar Finatto. As fotografias são de Valdir Ben, que acompanha Bez Batti desde o primeiro livro publicado, em 1994.

(Foto: Valdir Ben)

(Foto: Valdir Ben)