Caxias do Sul 05/03/2024

Comércio gaúcho prevê 18 mil vagas temporárias para o final do ano

Vendas extras de Natal e Réveillon, além da Black Friday, ampliam as oportunidades no mercado de trabalho
Produzido por Silvana Toazza, 31/10/2023 às 09:34:51
Comércio gaúcho prevê 18 mil vagas temporárias para o final do ano
Negócios natalinos movimentarão varejo
Foto: Julio Soares

Reforço da renda ou mesmo porta de entrada para uma futura colocação fixa. Não há dúvidas de que as oportunidades de emprego temporário animam quem busca um lugar ao sol no mercado de trabalho. Será assim, mais uma vez, no final de 2023. O burburinho de vendas extras para a Black Friday, o Natal e o Réveillon deixa o comércio gaúcho otimista e já prevendo a geração de 18 mil vagas temporárias em novembro e dezembro. Os dados são projetados pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS).

Há a perspectiva de incremento das equipes de vendas em lojas e mercados, além da necessidade de reforço em setores como caixa, estoque e recepção. Com contratos em torno de três meses, os trabalhadores temporários que se destacarem carimbam o passaporte para a efetivação ao final de seus acordos. A previsão é de uma taxa de 14% de efetivação no Rio Grande do Sul. A expectativa é de que 50% dos temporários seja contratada por lojas do segmento de vestuário, calçados e acessórios.

Dica: para quem pretende se candidatar às vagas temporárias, a recomendação é que apresente um currículo enxuto, priorizando a escolaridade e as experiências profissionais mais relevantes para a vaga. Ter desenvoltura para lidar com o público e dedicação são requisitos essenciais.