Caxias do Sul 01/12/2020

Caxias do Sul perde mais uma banca de revistas e jornais

Diminuição de títulos, migração de leitores para o digital e aquisições por e-commerce forçaram a decisão
Produzido por Silvana Toazza, 03/09/2020 às 09:56:35
Caxias do Sul perde mais uma banca de revistas e jornais
Banca dividia espaço entre publicações e bazar
Foto: Silvana Toazza

Há 19 anos no mercado de publicações, a Prazer de Ler Revistaria, instalada no mezanino do Prataviera Shopping, abandona o filão de revistas, jornais e quadrinhos.

Com a diminuição expressiva no consumo de publicações impressas, a partir da migração dos leitores para as plataformas digitais e a extinção de títulos, a empresa avaliou que seria viável focar o negócio na área que garantiria maior sustentabilidade: bazar e artigos de presentes.

Além disso, outro fator pesou na decisão, uma vez que, a partir da pandemia, acelerou-se e consolidou-se o processo de os leitores encomendarem publicações e colecionáveis por e-commerce.

Como parte da banca era dividida entre impressos e outra parte em artigos para presentes, o estabelecimento agora passará a utilizar toda a estrutura para bazar, abrindo mão das publicações. Além disso, agregará no portfólio cestas para presentear.

A reestruturação já começou, com o não recebimento de novas publicações, e a venda e devolução dos títulos que restam na loja, explicam os proprietários Lúcia Nora, Eduardo Antonio Nora e Caroline Nora.

O trio, pais e filha, espera a chegada de móveis para a repaginação completa do local e, com a mudança de perfil do negócio, mudam o nome e a fachada do empreendimento.

Agora, a Prazer de Ler Revistaria, que fez história em Caxias do Sul, sai de cena para, em seu lugar, nascer a Bem Me Quer – Presentes em Todos os Momentos.

Essa mudança acompanha uma tendência nacional de desaparecimento das bancas de jornais e revistas, processo que se verifica em Caxias do Sul há alguns anos, tornando-se raros os estabelecimentos voltados ao leitor tradicional ainda consumidor de impressos.

Em tempos de pandemia, é necessário ter uma leitura rápida de cenário, se reestruturar e se reinventar para se manter no mercado.