Caxias do Sul 18/05/2021

Agricultura familiar se reinventa e lança site para entrega da "feira em casa" em Caxias

Cooperativa coloca no ar plataforma online para aproximar-se ainda mais do consumidor
Produzido por redação, 07/05/2020 às 17:49:42
Agricultura familiar se reinventa e lança site para entrega da
Até então, encomendas eram feitas apenas pelo telefone
Foto: Mariele Fonseca

O coronavírus exigiu que a Cooperativa de Agricultores e Agroindústrias Familiares (CAAF) de Caxias do Sul se reinventasse em meio à crise e passasse, ainda em março, a fazer a entrega a domicílio de cestas de hortifrutigranjeiros, recebendo encomendas por telefone.

A estratégia deu certo. Mas era preciso estruturar ainda mais o modelo de negócio que se mostrava frutífero. E um novo passo nasce agora, com o lançamento de uma plataforma de compras online de cestas com frutas, verduras e itens de agroindústria, produzidos por agricultores associados.

O site feiraemcasa.caaf.agr.br aproxima ainda mais a cooperativa e seus associados do consumidor final, incorporando o serviço online para pedidos, com versão para computador, tablet e smartphone. O cliente faz a encomenda pelo portal e a entrega é efetuada por funcionários da CAAF, de terça a sexta-feira (exceto feriados), na área urbana de Caxias do Sul. O pagamento é concretizado no momento em que o consumidor recebe a cesta, e é aceito em dinheiro ou cartão.

Além do canal online, a CAAF mantém o recebimento de pedidos pelos telefones (54) 3028.4065 e (54) 99988.8118 (WhatsApp), de segunda a sexta-feira, em horário de expediente da cooperativa, das 7h30min às 12h e das 13h15min às 17h30min.

As cestas da Feira em Casa são compostas por alimentos produzidos por agricultores cooperados, sendo que os produtos são ofertados respeitando a sazonalidade e a produção dos associados. Pela plataforma online, o consumidor pode adquirir mais de uma cesta e optar pela entrega em diferentes endereços. A logística de entrega também fica a cargo da plataforma, que indica a previsão de data em que o consumidor irá receber os alimentos. O site foi desenvolvido pela empresa caxiense Webde, com apoio do Sebrae na orientação técnica.

A iniciativa Feira em Casa surgiu como alternativa para diminuir o impacto econômico aos agricultores associados, também atingidos pela estiagem, que até então não realizavam atendimento ao consumidor final.

“Os produtos dos agricultores associados são destinados, principalmente, para a merenda escolar e mercados institucionais, como quartéis e hospitais de diferentes cidades do Estado. Com a suspensão das aulas devido à pandemia do novo coronavírus, pensamos nessa possibilidade de entrega a domicílio para auxiliar tanto nossos agricultores quanto os consumidores”, explica o gerente da cooperativa, Marcos Regelin.

Foto: Lucas Fiorini

Encomendas

Online: feiraemcasa.caaf.agr.br

Telefone: (54) 3028.4065 e (54) 99988.8118 (WhatsApp) – recebe pedidos de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 12h, e das 13h15min às 17h30min.

Entregas: de terça a sexta-feira (exceto feriados).

Sobre a CAAF

A Cooperativa de Agricultores e Agroindústrias Familiares de Caxias do Sul (CAAF) é formada por pequenos agricultores familiares de Caxias do Sul e região (produtores de hortaliças, frutas e agroindustrializados), que encontraram no cooperativismo uma maneira de organizar a produção e a comercialização, além de fortalecer a agricultura familiar, dar sustentabilidade às pequenas propriedades rurais e tornar a atividade no campo viável, especialmente para os jovens.

Antes da pandemia, a produção de seus 288 cooperados era destinada à merenda escolar de 205 escolas das redes estadual e municipal de ensino de Caxias do Sul e de outros municípios da região da Serra, e a instituições de ensino da região metropolitana de Porto Alegre. A Cooperativa também entregava maçã para a merenda escolar nos Estados de São Paulo e Paraná.

Além disso, a CAAF atua em parceria com o governo do Estado e com o governo federal, por meio dos Programas Nacionais de Aquisição de Alimentos, e atende ainda mercados institucionais, como quartéis e hospitais em diferentes cidades. O novo serviço chegou para ampliar as frentes de atuação e diminuir os impactos das restrições provocadas pelo coronavírus.