Caxias do Sul 18/08/2022

Um virtuose que transforma o violão em banda de rock

O pouco conhecido Naudo faz gato e sapato com as cordas de seu instrumento, encantando turistas do planeta inteiro
Produzido por Marcos Fernando Kirst, 01/07/2020 às 15:03:55
Um virtuose que transforma o violão em banda de rock
Foto: REPRODUÇÃO/Youtube

POR MARCOS FERNANDO KIRST

Raras vezes a palavra “virtuose” se aplicou tão bem a um artista da música quanto ao discreto, genial, talentoso e pouco conhecido Naudo. Você já ouviu falar de Naudo? Pois é...

A melhor forma de despertar o interesse sobre a história de vida de um artista é, antes de mais nada, conhecer a sua obra. Assim sendo, deixemos o dom, os dedos e o violão de Naudo fazerem o Prefácio deste texto. Sente o som:

STAYING ALIVE (BEE GEES)

SWEET CHILD O´MINE (GUNS AND ROSES)

Naudo Rodrigues da Silva, ou Naudo Rodriguez, como atualmente se apresenta, é isso ali que você acaba de assistir: um exímio tocador de violão e guitarra, que consegue reproduzir clássicos do rock e do pop internacional (inclusive alguma MPB e sambas) dedilhando as cordas de seus instrumentos, nas quais reproduz (e convida o público a reconhecer) os sons das guitarras, do baixo, das vozes e até da percussão originais. Um exímio representante da técnica conhecida como “fingerstyle”, em que o músico abre mão do uso da palheta para tocar as cordas usando somente os dedos. E o talento, claro.

Naudo habita seu imensurável talento na pequena Tenerife, a maior das Ilhas Canárias Espanholas, nas proximidades da costa atlântica da África Ocidental. É ali onde encanta e surpreende os turistas e os nativos com as performances que arranca dos instrumentos que têm a felicidade de cair em suas mãos.

E o mais incrível de tudo é que esse impressionante Naudo é brasileiro! Aprendeu a tocar violão ainda criança, aos cinco anos de idade, de ouvido. Autodidata, integrou vários grupos musicais, de estilos diversos, na Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro. Chegou a integrar a formação hoje clássica da banda “Karetas”, na década de 1970 e início dos anos 1980, reconhecida como o primeiro grupo de reggae do Brasil (é deles um sucesso do período, “Vento Norte”, que você pode conferir AQUI). Na época, o guitarrista atendia por “Inaldo”.

No ano de 1989, Naudo/Inaldo ensacou a viola e viajou para Portugal, tentar a vida em Lisboa junto com seu irmão, também músico. Entre idas e vindas, se estabeleceu no Tenerife em 1993, onde ganha a vida tocando em bares, clubes, hotéis, eventos e centros culturais, chamando a atenção de todos. Gravou um CD em 2002, intitulado “Alone with my guitar”, e seu relativo ostracismo da fama começa a ser driblado com a circulação de vídeos na internet, postados por quem se surpreende e passa a admirar seu trabalho.

Sente mais um pouco do som de Naudo:

SATISFACTION (ROLLING STONES)

DADDY COOL (BONEY M.)

BILLIE JEAN (MICHAEL JACKSON)