Caxias do Sul 01/12/2020

Depois de sete meses, liberação de eventos é comemorada pelo setor

Novo decreto estadual autoriza encontros em bufês, casas de festas, casas de shows, casas noturnas ou similares
Produzido por redação, 27/10/2020 às 13:58:50
Depois de sete meses, liberação de eventos é comemorada pelo setor
Autorização vale tanto para ambientes fechados quanto abertos
Foto: Fábio Cabrera

Há sete meses parado por conta da pandemia, o setor de eventos comemora mais um passo rumo à retomada gradual das atividades. Publicado nesta segunda-feira (26), o Decreto Estadual 55.240 autoriza a realização de eventos sociais e de entretenimento em bufês, casas de festas, casas de shows, casas noturnas ou similares, em ambientes abertos ou fechados.

As festividades só poderão ser efetuadas em regiões que estejam há pelo menos 14 dias (locais ao ar livre) ou 28 dias (espaços fechados) consecutivos em bandeira laranja ou amarela. As informações foram repassadas pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul e pelo HUB de Eventos da entidade, com 71 associados, que celebram a novidade.

Na bandeira amarela, de risco baixo, é permitido o número máximo de 100 participantes em pé, entre público e trabalhadores, enquanto na laranja a limitação é de até 70 pessoas em pé. Entre as restrições, segue proibido o consumo de alimentos e bebidas em pé (é necessário que o público consuma sentado, observado o número de pessoas em cada mesa). Permanecem vetados a exposição de alimentos (mesas de doces e salgados) e bebidas e o uso de pista de dança. Em ambas as classificações, a duração dos eventos deve ser de até quatro horas.

Desde março de braços cruzados, profissionais e empreendimentos do setor celebram a liberação. Cerimonialistas, casas de eventos, doceiros, floristas, fotógrafos, profissionais da gastronomia, empresas de locação, decoração e bartender estão entre os profissionais que integram o grupo que respira um pouco mais aliviado, apesar de a cautela perdurar nesse setor.