Caxias do Sul 18/08/2022

“A advocacia representa os interesses dos cidadãos”

Ana Carla Hendler Gava Furlan foi eleita presidente da OAB Caxias do Sul
Produzido por Silvana Toazza, 13/12/2021 às 09:43:29
“A advocacia representa os interesses dos cidadãos”
Advogada está à frente da maior subseção do RS
Foto: Ivan Sgaraboto

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Subseção de Caxias do Sul tem nova presidente. Especializada em Direito do Trabalho, a advogada Ana Carla Hendler Gava Furlan, 51 anos, foi eleita para a missão e, em entrevista exclusiva ao site, fala dos desafios à frente do órgão. A OAB Caxias é a maior subseção do Estado, representando mais de 5 mil advogados e estagiários:

Como recebe o desafio de comandar a OAB subseção de Caxias do Sul?
Recebo o desafio de comandar a OAB Subseção de Caxias do Sul com muita naturalidade, por já ser a vice-presidente, mas também com alegria e muita seriedade.

Quais as principais bandeiras?
As principais bandeiras são a advocacia, a inclusão, a capacitação, a transparência, o apartidarismo, a impessoalidade, bem como as demais propostas de campanha, que foram carinhosamente pensadas pela e para a classe.

Que conquistas a OAB contabilizou nos últimos anos?
A OAB teve muitas conquistas nos últimos anos, dentre elas, destaco algumas: a contagem de prazos em dias úteis; 30 dias de férias para os advogados; vedação da compensação de honorários; 46 novas sedes e revitalizadas; aprovação da lei da sociedade unipessoal de advocacia; isenção dos advogados no supersimples; aprovação da lei de criminalização da violação dos direitos e prerrogativas da advocacia.

Quais são ainda as principais lacunas?
Muitas são as questões em que a advocacia precisa estar presente e atuante, pois a advocacia representa os interesses dos cidadãos e, com este fim, precisa zelar pelo cumprimento das leis, contribuindo para que haja uma justiça efetiva.

Qual a representatividade da OAB de Caxias?
A representatividade da OAB Caxias é enorme em âmbito Estadual, porque é a maior subseção do Estado, contando com mais de 5.000 advogados e estagiários inscritos.

O setor vem passando por transformações e adaptações... Como enxerga o novo cenário?
A advocacia foi muito impactada pelos últimos acontecimentos, seja pela greve do Judiciário, pela invasão dos hackers no Tribunal de Justiça do RS, seja pela pandemia. Mas, com muito trabalho e esperança, seguiremos em frente, fortes e confiantes.

Que mensagem deixa aos colegas de profissão?
Como mensagem gostaria de dizer que acredito que nada é por acaso e que, com propósitos e boa-fé, mais chance teremos de alcançar os resultados pretendidos. Advogado forte, instituição forte!