Caxias do Sul 28/09/2021

“Momentos de transformação são momentos de oportunidade”

Reitor do Grupo Uniftec, Claudio Meneguzzi Junior aposta em crescimento de 10% na base de alunos em 2021 e cria estratégias para driblar o cenário de incertezas
Produzido por Silvana Toazza, 09/03/2021 às 12:10:22
“Momentos de transformação são momentos de oportunidade”
Claudio Meneguzzi Junior é fundador, reitor e presidente do Conselho do Grupo Uniftec
Foto: André Moreira

POR SILVANA TOAZZA

Todos os setores, sem distinção, tiveram de se adaptar ao “novo normal”, ao cenário duramente descortinado pela pandemia. Na educação superior, as mudanças foram ainda mais drásticas, e inauguram uma nova fase de ensino híbrido (presencial e remoto), que possivelmente veio para ficar.

Como se adequar a esse novo momento que já perfaz um ano, mantendo os alunos e os funcionários?

O site foi buscar respostas, e para isso entrevistou, na seção “Conversa Afiada”, Claudio Meneguzzi Junior, fundador, reitor e presidente do Conselho do Grupo Uniftec, com sede em Caxias do Sul, mas atuação em outras regiões do Estado e no Uruguai. Hoje, o centro universitário tem 520 funcionários e mais de 10 mil alunos.

Com 58 anos, o engenheiro com especializações no Brasil e nos Estados Unidos revela as estratégias adotadas para enfrentar o cenário delicado:

De que forma a pandemia impactou o Grupo Uniftec?
O Grupo Uniftec já vinha desenvolvendo, desde 2012, um trabalho consolidado em educação híbrida e virtual. De certa forma, isso nos ajudou muito a virar rapidamente a chave dos cursos presenciais para o modelo remoto, com relação às questões sanitárias que a pandemia exigiu. Nas questões administrativa e de operações das unidades, a pandemia ajudou a acelerar a cultura do trabalho remoto e do trabalho mediado por tecnologia. As dificuldades impostas pela pandemia estão sendo um grande aprendizado.

Houve perda de estudantes? Foi preciso demitir?
Foi preciso investir mais em tecnologia, mas não perdemos alunos e nem foi preciso demitir colaboradores, além dos índices tradicionais do setor em épocas de normalidade.

Quais as estratégias adotadas para contornar o momento delicado?
Agilizar os processos de transformação digital no grupo, tanto em nosso backoffice (retaguarda) administrativo quanto em nossos processos acadêmicos e de ensino. Caminhamos rapidamente para a digitalização integral das nossas operações.

Qual a estrutura atual do Grupo Uniftec em termos de funcionários, estudantes, cursos e prédios?
Hoje, além da sede em Caxias do Sul, temos duas unidades presenciais em Porto Alegre, uma em Novo Hamburgo e duas em Bento Gonçalves. Temos 15 polos de educação a distância (EAD) no Brasil e um no Uruguai. Abrangemos 520 colaboradores e mais de 10 mil alunos ativos. Em termos de cursos na graduação, são 28 presenciais e 17 EAD. No nível técnico, sete presenciais e dois EAD. Na pós-graduação, temos cinco presenciais e 17 EAD. Além disso, na plataforma UniftecOnline, são mais de 200 ofertas de cursos de qualificação profissional. O portfólio de cursos conta atualmente com mais de 90 opções nas áreas de Tecnologia da Informação (TI), Engenharias, Gestão, Ciências Humanas e Saúde, nas modalidades presencial, semipresencial e EAD, além de técnicos e pós-graduação.

A pandemia descortinou ainda mais a possibilidade do estudo a distância. Acredita que isso permanecerá?
É um caminho sem volta para a educação. A educação do futuro será híbrida, com momentos presenciais e atividades online e remotas integradas. Passa a ser competência organizacional, obrigatória de toda a instituição de ensino que quer permanecer no mercado, saber usar a tecnologia a seu favor no ensino e aprendizagem e nas suas operações.

Como enxerga 2021? Há planos de crescimento?
Uma instituição é um organismo em constante transformação. Crescimento sustentável faz parte do processo de uma instituição saudável. Estamos prevendo crescer organicamente mais de 10% em nossa base de alunos neste ano. Além disso, planejamos cada vez mais, através das nossas competências organizacionais desenvolvidas neste caminho de quase 30 anos, prestar serviços no desenvolvimento de metodologias e sistemas de ensino ao setor produtivo. O nosso projeto em conjunto com o Campus Party na concepção e montagem dos Laboratórios Include é um exemplo disso. Pretendemos só neste projeto entregar mais de 15 fab-labs Include (espaços colaborativos para a realização de projetos) em várias partes do Brasil e atender mais de 2 mil alunos. Planejamos também continuar a investir nas startups instaladas no nosso espaço de aceleração Collider. Estas empresas tecnológicas nascentes são, na sua maior parte, resultados dos projetos acadêmicos e da iniciação cientifica dos nossos alunos. E, inclusive, são tocadas por eles.

Quais os planos de expansão do Grupo Uniftec?
Nosso propósito maior é desenvolver um grupo educacional empreendedor amplo, integrando educação de qualidade, em todos os níveis e modalidades, com o fomento ao empreendedorismo de alto impacto. O propósito é de que este grupo seja capaz de formar capital humano de excelência, apto a ser protagonista no desenvolvimento tecnológico e empreendedor que os novos tempos necessitam. Por isso, estamos ampliando nossa atuação para o ensino básico, com a abertura de novas unidades educacionais e o investimento em centros de tecnologia e na geração de startups.

Que dicas daria a empreendedores intimidados pelo momento de incertezas?
Momentos de transformação como o que estamos vivendo, para quem está preparado, são momentos de oportunidade. Enxergamos o mundo empresarial sob esta ótica.

Defina 2020 em uma palavra.
Aprendizagem.

E 2021.
Consolidação.