Caxias do Sul 18/05/2021

ITAMAR FERNANDO ZANETTE, um visionário sem limites

Com sua ousadia, capacidade de agregar e envolvimento em todos os detalhes, executivo legou à Serra a maior concessionária de caminhões Scania do mundo
Produzido por Silvana Toazza, 12/04/2021 às 09:39:49
ITAMAR FERNANDO ZANETTE, um visionário sem limites
Na inauguração de sua grande obra
Foto: REPRODUÇÃO

POR SILVANA TOAZZA

A despedida, no final de semana, do executivo Itamar Fernando Zanette, aos 58 anos, mexeu com a comunidade empresarial, pelo legado pessoal e de empreendedorismo que deixou na Serra.

Tive o prazer de conhecer e entrevistar algumas vezes o Itamar enquanto jornalista. Ele me ligava pessoalmente para informar dos andamentos de seus projetos à frente da Brasdiesel, empresa caxiense à qual se dedicou por 33 anos.

Seu entusiasmo e ousadia eram notórios. Pude acompanhar em 2016 a saída do papel de seu grande projeto: a construção da maior concessionária Scania do mundo, ratificando a liderança no filão de caminhões pesados. Estive circulando com ele durante as obras, que redesenhou inclusive o trânsito nos arredores, na Rota do Sol, assim como pude ouvir suas ideias e prestigiar o inesquecível festão de inauguração.

Acostumada a transitar entre empresários, me chamou a atenção o traço de Itamar de articulação e de envolvimento em todos os detalhes da obra que deixou até a matriz da marca Scania, na Suécia, impressionada com o seu magnífico feito. Nas entrevistas in loco, via um homem se envolvendo com os pedreiros, dando ordens para os engenheiros, caminhando de um lado para o outro, ligando para os órgãos competentes, atendendo fornecedores.

A festa de inauguração, para 3,5 mil pessoas (sim, a maior em que já estive), com tendas externas para o caso de chuva, foi totalmente conduzida por ele. “Silvana, tem comida e bebida para todos os gostos, mas ainda quero colocar churrasquinhos, porque os motoristas curtem, o meu público aprecia”.

Assim fez. O evento foi embalado por tendas temáticas externas de comida (incluindo feijoada e churrasquinho), e de bebidas (como caipirinha), além das áreas internas recheadas com ilhas que incluíam canapés, polenta mole e molho, queijos e fiambres, doces, espumantes, chope e destilados. Um show de fogos de artifício deu a tônica da comemoração, com luzes que geraram curiosidade na cidade.

Assim era Itamar. Se envolvia no detalhe, com cada execução. Na festa, o público era diverso, de autoridades políticas, empresariais e religiosas, a donos de transportadoras, motoristas e auxiliares, além, é claro, de familiares e amigos. Era um obstinado no bom sentido. Colocou a Brasdiesel em outro patamar no mundo. Não tinha medo. Criava e executava concomitantemente. Conquistou a confiança e o aval da família Biazus, proprietária da Brasdiesel. Um visionário. Simples e humilde. Simpático e agregador. Mas também muito exigente.

"Não é ostentação, nem pretensão. É a solução para atender às necessidades dos nossos clientes. Os caminhões no Brasil aumentaram no comprimento. Tivemos de participar da evolução no transporte rodoviário", justificou em seu discurso, naquela emblemática noite, Itamar Fernando Zanette, então diretor da Brasdiesel.

Foi numa dessas incompreensões da vida que, em uma cirurgia cardíaca, acabou tendo complicações, há 14 meses. Dessa forma, o homem forte lutou, lutou, lutou, mas as sequelas se mostraram irreversíveis. Calou-se. Itamar já havia cumprido a sua missão em favor do desenvolvimento, da geração de renda e de empregos. Do progresso. Nunca pensou só em si. Mas tudo era visto sob a ótica do outro, do coletivo, da generosidade. Um homem que não tinha limites em fazer acontecer. Ninguém poderia pará-lo, só seu coração grande, apaixonado pela SER Caxias.

ITAMAR FERNANDO ZANETTE. Caxias do Sul, a Serra, o Estado e o país te agradecem. E te aplaudem de pé, a exemplo daquela noite de novembro de 2016 na qual nos legou uma concessionária orçada em mais de R$ 50 milhões, e evidenciou que tudo o que é sonhado pode ser concretizado. Deixa seu nome grafado na história em letras maiscúlas, como no título desta matéria.

Veja a homenagem prestada pela Brasdiesel, em vídeo:

Homenagem a Itamar Fernando Zanette