Caxias do Sul 20/01/2021

SEM RECUO: região de Caxias do Sul é classificada em bandeira vermelha no mapa definitivo

Decisão foi informada pelo governador Eduardo Leite com suspensão da cogestão e novas regras para comércio e eventos
Produzido por redação, 30/11/2020 às 14:48:40
SEM RECUO: região de Caxias do Sul é classificada em bandeira vermelha no mapa definitivo
Foto: Reprodução

Após reunir-se com a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) para discutir com os prefeitos o período considerado mais crítico da pandemia, o governador Eduardo Leite optou por fazer uma transmissão via live na internet, no final da tarde desta segunda-feira (30/11), para anunciar o mapa definitivo da 30ª semana do Distanciamento Controlado. Nessa rodada, na versão preliminar, divulgada na sexta-feira, pela primeira vez, todas as 21 regiões do RS haviam figurado em bandeira vermelha (risco epidemiológico alto para Covid-19).

Após analisar os recursos e o alto número de casos e de ocupação hospitalar, o governo acatou recursos de apenas duas regiões: Cachoeira do Sul e Guaíba, que permanecem em bandeira laranja. A região de Caxias do Sul fica em bandeira vermelha a partir desta terça-feira, com regras mais rígidas para a atuação do comércio e para a realização de eventos.

O governador Eduardo Leite anunciou a suspensão temporária de cogestão para as regiões em bandeira vermelha e novas regras para o comércio e os eventos nas próximas duas semanas. Informou que a fiscalização será intensificada e pediu a não realização de eventos de final de ano e amigos-secretos. O varejo só poderá atender até as 20h, em todos os dias da semana. Restaurantes e bares até as 22h, somente com pessoas sentadas, e com limitação de público. Delivery e pague e leve também só podem funcionar até as 23h, para inibir que grupos se reúnam solicitando comida e bebida. Também está proibida a abertura de cinemas, shows, teatros e eventos sociais, como casamentos, e encontros em espaços de condomínios.

As aulas presenciais em escolas públicas e particulares estão mantidas mesmo em bandeira vermelha, seguindo o novo decreto divulgado na última semana para não impactar em questões pedagógicas e psicológicas dos alunos.

A Feira do Livro de Caxias está reorganizando a programação e bate-papos de forma online, mas manterá a venda de livros nas barracas seguindo as regras de distanciamento social e higiene.

"Reduzam os contatos e nos ajudem a diminuir essa curva de contágio", apelou leite.

Atualmente, 79,5% dos leitos de UTI estão ocupados no Estado.

Em números

- Na quinta-feira (26/11), o Estado chegou a 1.183 pacientes hospitalizados por conta do coronavírus e a 775 pessoas internadas em leitos de UTI.

- Com o aumento de 13% nos pacientes confirmados por Covid-19 internados em UTI, houve nova redução de leitos livres, chegando ao menor âmbito desde o início do Distanciamento Controlado.

- As regiões com o maior número de novos registros de hospitalizações na última semana, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (238), Caxias do Sul (128), Passo Fundo (79), Novo Hamburgo (74) e Canoas (62).