Caxias do Sul 19/09/2020

Região de Caxias do Sul volta à bandeira laranja

Com a decisão do mapa definitivo, comércio não essencial retorna ao atendimento presencial às vésperas do Dia dos Pais
Produzido por redação, 03/08/2020 às 17:08:43
Região de Caxias do Sul volta à bandeira laranja
Foto: REPRODUÇÃO

Está confirmado: após três semanas consecutivas em bandeira vermelha, a região de Caxias do Sul volta à bandeira laranja no mapa definitivo de distanciamento controlado do governo gaúcho. O Estado acatou os recursos da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne). A decisão foi comunicada pelo governador Eduardo Leite no final da tarde desta segunda-feira (3) e passa a valer a partir desta terça-feira (4).

"A região de Caxias se manteve no número de hospitalizações, com uma pequena redução em UTI. É uma estabilização em patamar alto, mas uma estabilização", salientou o governador.

O governador Eduardo Leite confirmou que o Rio Grande do Sul, lamentavelmente, acumula 2.016 óbitos por Covid-19. Embora impactante, trata-se de uma das menores taxas do país.

Com a decisão, o comércio não essencial da região de Caxias do Sul volta a poder abrir as portas mantendo as regras de distanciamento, motivo de comemoração por parte do setor varejista, que já acumula prejuízos com o abre e fecha dos estabelecimentos devido à classificação de bandeiras no Modelo de Distanciamento Controlado do governo do Estado. A determinação chega num momento importante, às vésperas do Dia dos Pais.

Na sexta-feira, a prefeitura de Caxias do Sul e de outros municípios da Serra haviam assinado decretos próprios, liberando o funcionamento do comércio não essencial, shoppings, escolas de idiomas, museus, entre outros. Porém, no último domingo, a pedido do Ministério Público, a Justiça derrubou decreto da prefeitura de Caxias que liberava a abertura do comércio não essencial mesmo em bandeira vermelha.

"Estamos com um processo de discussão para que os municípios possam ter mais autonomia de protocolos", confirmou o governador, acrescentando que poderia haver flexibilização da atuação do comércio mesmo sob vigência da bandeira vermelha.

Na tarde desta segunda-feira foi anunciada a 57ª morte por coronavírus em Caxias do Sul. Apenas seis regiões gaúchas estão em bandeira vermelha nessa 13ª rodada do mapa de distanciamento.